Saiba como escolher o modelo certo para um brinde inesquecível

O hábito de beber um bom vinho ou espumante sempre fez parte da vida das pessoas. Seja no almoço ou no jantar, sempre surge a dúvida: “em qual copo ou taça devo servir?”. Para facilitar, preparamos dicas para você brindar corretamente e com muito estilo. Confira!

Taça Bordeaux

Taça Borgonha

Vinho tinto

Por ser mais intenso, este tipo de vinho necessita de uma taça com o corpo maior para que a bebida possa bailar e, assim, liberar os aromas e sabores que possui. As taças mais usadas para degustá-lo são a Bordeaux e Borgonha.

Taça Bordeaux

Indicada para vinhos mais encorpados, esta taça possui um bojo amplo que favorece a aeração da bebida, além de uma aba mais fina para proporcionar a maior concentração dos aromas e dispersão dos sabores pela boca.

  • Serve vinhos Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc, Merlot, Syrah, Tannat

Taça Borgonha

Por ser um vinho mais complexo, o Borgonha utiliza uma taça de bojo mais avantajado que a Bordeaux para permitir maior contato da bebida com o ar e, consequentemente, a liberação de inúmeros aromas.

  • Serve vinhos Pinot Noir, Rioja tradicional, Barbera Barricato, Amarone e Nebbiolo
Sirva o vinho tinto até a metade do bojo para facilitar a aeração e a percepção das qualidades aromáticas que a bebida oferece. Quanto ao branco, a quantidade deve ser a menor possível para que ele não esquente.

Vinhos brancos

As taças para degustar vinhos brancos costumam ser de pequeno ou médio porte, exatamente para conservar a temperatura da bebida que deve ser consumida gelada ou fria. Esta taça também possui aba mais estreita para acentuar as notas e aromas das frutas usadas no vinho.

Vinhos do Porto

O corpo da taça para o vinho do Porto é ligeiramente menor que a opção usada para servir o vinho branco. Modelos em formato tulipa são os mais recomendados para que a bebida respire, libere o sabor e seja levemente agitada para que se possa sentir melhor o aroma dela.


Martini

Consumido gelado, em pequenas doses e sem pedras de gelo, o Martini necessita de uma taça com porte pequeno, corpo triangular (fundo estreito e aba aberta) e haste longa para evitar o contato do calor das mãos com a bebida.

Champanhe e espumantes

Longa e retilínea, a taça flauta (ou Flute) é projetada para não deixar as borbulhas do champanhe se dispersar. Por ser mais fechada, ela permite sentir melhor o frescor e a delicadeza dos espumantes, além de ter um corpo curvo que facilita a melhor percepção do sabor de um champanhe Cuvée ou de safra especial.


Copo de Vodca

Semelhante ao famoso shot, porém mais alongado, o copo de vodca é esguio. É perfeito para preparar doses com mais de 80ml de capacidade e ideal para quem busca apreciar de forma correta a vodca, seja ela com ou sem gelo, pura ou misturada com outras bebidas.

On the Rocks

Baixo e de boca larga, este copo é usado especialmente para se degustar bebidas com alto teor alcoólico, como whisky, vodca, caipirinha, batidas e coquetéis com bastante gelo.


Coquetel

Despojado, sinuoso e bem grande, este copo é a melhor opção para quem buscar servir mocktails(coquetel sem álcool) ou preparar drinques tropicais com muitas frutas e decorações.

Aperitivo

Pequenino e arrebatador, este copo é o mais indicado para degustar uma poderosa dose de qualquer bebida com alto poder alcoólico. Seja no churrasco ou happy hour com os amigos, este copo é o certo para servir a tequila, vodca ou aguardente favorita.


Chopp

Grande estrela de balcões ou mesas de bar, este copo chamado de Tulipa é a opção mais comum para se apreciar um bom chopp. Bem simples e fácil de manusear, a Tulipa possui boca mais aberta, base fina e corpo longo e elevado.

Cerveja

Robusta, esta taça de haste curta é uma boa opção para quem gosta de apreciar o colarinho de uma cerveja com espuma mais abundante.


Curiosidades

Saiba de algumas curiosidades que podem fazer toda a diferença na escolha e manutenção das taças ou copos:
  • Opte por taças em vidro, cristal ou cristal de vidro incolor para poder analisar a cor e a maturidade da bebida;
  • Além da delicadeza e leveza visual, a porosidade das taças de cristal é uma vantagem que favorece a grande concentração de aromas do vinho quando ele for girado.
  • Lave e enxague cuidadosamente as taças de vinho para o produto usado não alterar o sabor da bebida ou, até mesmo, impedir as borbulhas do champanhe;
  • Armazene as taças em locais livres de umidade ou fora de armários de madeira antiga, pois ela pode deixar odor nas peças.

Tags relacionadas: , , , , , , , , , , , , , ,